LITERATURA – BRASILEIRA


Tag: Novos Escritores

  • ​Coração (Maria Thereza Noronha)

    Pintura Retirantes de Candido Portinari CoraçãoMorreu de faca no peitoquanto o coração só lhe falavade amor.A faca se abriu em chagavermelha e meio com jeito de flor.Morreu de febre no leitoquando o coração já lhe falhava no peito.Deixou órfãos e viúva.Partiu num dia de chuvasem palavras.Morreu de foice no eitoenquanto o coração lhe sussurrava:— que […]

  • TIRANIAS

    antigamentediziam: cuidado,as paredes têm ouvidosentãofalávamos baixonos policiávamoshojeas coisas mudaramos ouvidos têm paredesde nadaadianta gritar(Ruy Proença) Poema extraído do livro Visão do térreo de Ruy Proença. São Paulo: Editora 34, 2007.

  • Os Perigos da História Única

    A história única cria estereótipos. E o problema com estereótipos não é que eles sejam mentira, mas sim que são incompletos. Eles fazem de uma história a única história. — Chimamanda Ngozi Adichie Chimamanda Ngozi Adichie é uma proeminente escritora nigeriana. Seu primeiro romance Hibisco Roxo recebeu o Prêmio Commonwealth Writers como Melhor Primeiro Livro […]

  • Poemas Escolhidos (Mia Couto)

    Mia Couto — António Emílio Leite Couto — é um biólogo, jornalista e escritor de Moçambique, membro correspondente da Academia Brasileira de Letras. Ele destaca-se tanto na prosa como na poesia e já coleciona uma série de prêmios literários, entre eles o Prêmio Camões de 2013 e o Neustadt International Prize de 2014. Um dos […]

  • Romance em doze linhas (Bruna Beber)

    quanto falta pra gente se ver hojequanto falta pra gente se ver logoquanto falta pra gente se ver todo diaquanto falta pra gente se ver pra semprequanto falta pra gente se ver dia sim dia nãoquanto falta pra gente se ver às vezesquanto falta pra gente se ver cada vez menosquanto falta pra gente não […]

  • Poema Preto (Tomaz Amorim Izabel)

    I Ó mar salgado, quanto do teu salsão lágrimas de Guiné-Bissau! As tristezas, as misérias, o horrorainda não indenizados,perpetrados por malditos reis,brancos, pretos, pardos.Sequestrados de língua, história, paisagem,fé, poemas, vizinhos, idades,santos, deuses, entidades –povos roubados em seus séculos de digno viver e majestade. Ó mar salgado, quanto do teu salsão lágrimas de Guiné-Bissau! II Pasme, […]

  • ❝É menina❞

    ❝É menina❞ é texto do Livro Put some farofa de Gregório Duvivier. Trata-se de uma crônica sobre coisas que meninas tem que ouvir por serem meninas. Gregório Duvivier  ganhou muito destaque na mídia devido aos seus trabalhos no canal do YouTube chamado Porta do Fundos e por usas crônicas publicadas na Folha de São Paulo. […]

  • UM (José Neres)

    Mais de mil sonetos falam de amor, Dez mil idolatram a solidão, Mas estes meus têm outro sabor, Sabor de fome medo e podridão. Os meus versos dão muito mais valor Às lágrimas suadas pela mão De um pobre e sofrido trabalhador Que às gotas perfumadas da paixão Eu não posso cantar sobre uma flor […]

  • A UM MENINO DE RUA (José Neres)

    Menininho triste Triste de tanto sofrer Será que nunca viste O sol cedo nascer? Garoto cor de neve De neve negra e quente A alguém você deve A tristeza de ser gente. Menino que passa fome Fome de saber Aprende a ler teu nome Para nunca dele esquecer. Menino de Rua Poema extraído de Negra […]